Quem comanda ensina!

Um dos grandes erros do gestor é imaginar que as pessoas que estão sob seu comando têm a obrigação de interpretar suas mensagens subliminares.

Já escutei diversas vezes frases assim:

* Você não percebeu o que quis dizer?

* Não espere que eu fale tudo, vá à busca, se vire!

* Já falei mil vezes, ninguém me entende….

Dentre outras pérolas e bravatas ditas por pseudogestores.

A comunicação verbal tem que vir acompanhada da comunicação escrita, deixar claro o que é pretendido e o que se espera de cada um dos colaboradores, além da checagem para verificar se as tarefas distribuídas foram executadas.

Considerando que a empresa seja séria e aplique os conceitos de meritocracia nas promoções, o que diferencia o gestor dos seus subordinados é o pacote de habilidades que ele desenvolveu ao longo do tempo e hoje consegue aplicar de forma mais efetiva que os demais.

Dentre essas habilidades considero como fundamental a capacidade de se comunicar, seja com subordinados, superiores, clientes ou fornecedores. Ela é a base a partir da qual se constrói as demais habilidades.

A capacidade de defender suas idéias, mediar conflitos, entender e se fazer entendido podem e devem ser estimulada dentro do grupo liderado.

Um gestor tem a responsabilidade de apoiar e qualificar sua equipe. Ela depende da sua orientação e exemplo para se desenvolver.

É preferível ter uma equipe de alto desempenho e correr o risco de eventualmente perdê-los para o mercado do que trabalhar com empregados medianos e limitar o potencial de sucesso do seu negócio.

Fonte: Blog do Emprendedor (http://blog.blogdoempreendedor.com/)

Voltar para a Listagem